Última hora
This content is not available in your region

Italianos escolhem novo governo

Italianos escolhem novo governo
Tamanho do texto Aa Aa

Perto de 51 milhões de eleitores italianos escolhem, hoje e na segunda-feira, um novo governo.

O crescimento económico, a revisão do sistema fiscal e a redução da dívida – mais de 120 por cento do Produto Interno Bruto – são os três principais desafios para o governo que sair destas eleições.

As últimas sondagens, publicadas há 15 dias de acordo com a lei italiana, indicavam que o Partido Democrata, de Pier Luigi Bersani, registava entre 34 e 38 por cento das intenções de voto.

A aliança Povo da Liberdade-Liga do Norte, do ex-primeiro ministro Silvio Berlusconi registava entre 28 e 30 por cento.

Um dos destaques da campanha, o Movimento Cinco Estrelas, do comediante Beppe Grillo, recolhia 16 por cento das intenções de voto.

A coligação centrista de Monti – com 16 por cento – pode ser o verdadeiro protagonista destas eleições, já que os seus votos podem ser essenciais, sobretudo para a obtenção de uma maioria no Senado.

Perante estes dados a maioria absoluta na Câmara dos Deputados vai eventualmente para Bersani e o Senado será a grande incógnita.