A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Cuba espera mais reformas no último mandato de Raul Castro

Cuba espera mais reformas no último mandato de Raul Castro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O discurso de Raul Castro não convenceu os cubanos no exílio, mas o mesmo não se pode dizer de alguns que se mantêm na ilha e beneficiaram com a vaga de reformas que implementou desde que chegou ao poder, em 2006.

Em 2010, William Arias, 49 anos, concretizou um sonho: abrir um restaurante, em Havana, graças à alteração da lei sobre a propriedade privada. Agora espera mais reformas económicas nos últimos cinco anos de mandato de Raul Castro: “Espero que o negócio corra bem, para crescer progressivamente para uma cadeia de restaurantes. Abriria restaurantes noutros países, talvez mesmo em Pequim, dentro de cinco anos. Neste momento ainda não é possível abrir uma cadeia de restaurantes em Cuba, mas estou confiante no futuro”.

As autoridades encorajaram os pequenos negócios e as cooperativas em áreas como serviços, agricultura e pequena indústria. A ideia é reformar a economia de base comunista e atrair mais investimento estrangeiro, apesar do embargo por parte dos Estados Unidos.