Última hora
This content is not available in your region

Espanha ultrapassa os cinco milhões de desempregados

Espanha ultrapassa os cinco milhões de desempregados
Tamanho do texto Aa Aa

Cinco milhões. A Espanha ultrapassou, em fevereiro, a barreira psicológica dos cinco milhões de desempregados. O número foi avançado, esta segunda-feira, pelo ministério do Emprego, que dá conta de um aumento de 1,2% dos desempregados, face ao mês anterior.

O desemprego aumento, neste segundo mês do ano, em todos os setores económicos, mas sobretudo no dos serviços.

Num país outrora carente de mão-de-obra, hoje os imigrantes vão-se embora. “Há muita gente numa situação muito má, hoje em dia. Toda a gente no desemprego. Eu sou estrangeiro”, explica um equatoriano, que acrescenta: “Vou-me embora porque não tenho emprego e para estar aqui a gastar o meu dinheiro, estou melhor no meu país.”

O aumento do desemprego na quarta economia da zona euro voltou à ordem do dia em janeiro, depois de uma ligeira baixa em dezembro último.

A Espanha enfrenta uma política de rigor que tem fortes consequências na procura interna e aumenta a recessão do país. O ano passado, Madrid conseguiu reduzir o défice público para 6,7% do PIB, mas a riqueza do país recuou 1,4%, segundo dados oficiais anunciados a semana passada.