A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grécia e Itália confirmam morte de cidadãos na Nigéria

Grécia e Itália confirmam morte de cidadãos na Nigéria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os governos de Itália e da Grécia confirmaram a morte de cidadãos raptados na Nigéria. O grupo Al-Ansaru, ligado à rede da Al-Qaida, tinha anunciado no sábado a execução de 7 estrangeiros onde se incluíam também um britânico e quatro libaneses.

As vítimas foram raptadas no dia 7 de fevereiro em Bauchi. Trabalhavam para a empresa libanesa de construção Setraco.

No comunicado de sábado, o grupo Al-Ansaru afirmou que os reféns foram executados por causa de tentativas nigerianas e britânicas para os libertar. Gregos e Italianos negaram qualquer ação.