Última hora
This content is not available in your region

Repressão policial detém dezenas de manifestantes

Repressão policial detém dezenas de manifestantes
Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de manifestantes foram detidos em Bacu, a capital do Azerbaijão. A manifestação de domingo foi levada a cabo por jovens com o objetivo de protestar contra a morte de um soldado durante a recruta em janeiro. Uma morte no início do ano a que junta a inúmeras outras em situação fora de combate. Inicialmente o governo alegou que o soldado morreu de ataque de coração, mas a família acredita que foi espancado até à morte. Quatro militares foram posteriormente detidos no curso de uma investigação.

De acordo com a Organização Não Governamental azeri “Doctrine Journalists’ Military Research
Centre”, só no ano passado morreram 77 pessoas em situações fora de combate.

No protesto, a polícia entrou em ação para dispersar os cerca de 500 manifestantes, com recurso a canhões de água e balas de borrachas.

Rico em petróleo, o Azerbaijão aumentou as despesas militares, essencialmente numa corrida às armas com a vizinha Arménia, por causa da disputada região de Nagorno-Karabah, Um pais dirigido por um presidente, Ilham Iliev, acusado por grupos de direitos humanos de forjar eleições e perseguir opositores políticos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.