Última hora
This content is not available in your region

Os primeiros passos do futuro Papa

Os primeiros passos do futuro Papa
Tamanho do texto Aa Aa

Os cardeais exortaram hoje, no Vaticano, à realização de “um trabalho conjunto para construir a unidade da Igreja” e à “cooperação com o sucessor de Pedro”.

O pedido foi feito durante a missa “Pro eligendo romano pontifice”, celebrada na basílica de São Pedro, antes do início do conclave.

A Igreja católica, que conta perto de 1,2 mil milhões de fiéis, atravessa um período conturbado, marcado por várias contestações,

Alberto De Filippis, da Euronews, falou com o arcebispo italiano Salvatore Rino Fisichella, sobre os primeiros desafios do sucessor de Bento XVI.

Alberto De Filippis – Quais serão os primeiros passos a dar pelo próximo Papa?

Arcebispo Fisichella – Penso que o primeiro passo será sempre o mesmo. A nova evangelização e trazer de volta o entusiasmo, a frescura do evangelho juntamente com o seu “radicalismo”.
Nas igrejas de tradições antigas como as da Europa e da América do norte, que ainda estão submetidas a uma forte tensão do secularismo devemos libertar-nos um pouco da segurança adquirida com o decorrer do tempo.

Os 115 cardeais eleitores recolhem-se na capela Sistina, para eleger nos próximos dias o 266.º papa da história.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.