Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Parlamento húngaro aprova alteração constitucional controversa

Parlamento húngaro aprova alteração constitucional controversa
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento húngaro aprovou uma controversa alteração constitucional, apesar das reservas manifestadas pela oposição, pela União Europeia e por várias organizações não-governamentais.

A alteração limita as competências do Tribunal Constitucional e reintroduz várias disposições anuladas recentemente como uma definição considerada restritiva da família, limitando-a ao casamento entre um homem e uma mulher, com ou sem filhos.

No Parlamento Europeu Guy Verohfstadt, líder da Aliança dos Liberais e Democratas Europeus foi claro:

“Não podemos permitir que esta sessão plenária em Estrasburgo termine sem uma decisão deste Parlamento sobre o caso da Hungria e sem qualquer ação da Comissão e do Conselho. Na realidade o senhor Orban está a rir-se e a troçar de nós ao fazer isto”, disse o deputado europeu.

A alteração foi aprovada com 265 votos a favor, 11 contra e 33 abstenções. O partido conservador no poder dispõe de uma maioria parlamentar de dois terços.

Algumas centenas de pessoas concentraram-se em frente ao Parlamento húngaro durante a votação para protestarem contra as mudanças da Constituição.