A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Shimon Peres defende intervenção militar da Liga Árabe na Síria

Shimon Peres defende intervenção militar da Liga Árabe na Síria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente de Israel defende que a ONU deve apoiar a Liga Árabe na criação de uma força militar que intervenha na Síria. Declarações feitas por Shimon Peres no Parlamento Europeu em Estrasburgo esta terça-feira.
Peres afirmou que “a Liga Árabe pode e deve formar um governo provisório na Síria para parar com o massacre. As Nações Unidas devem apoiar a Liga Árabe a criar uma força árabe de “capacetes azuis”.

Shimon Peres pediu ainda à União Europeia e à comunidade internacional que ponha o Hezbollah na lista negra das organizações terroristas: “Chamem terror ao terror, salvem o Líbano da loucura dos terroristas, salvem os sírios do Irão, salvem os vossos cidadãos e os nossos do Hezbollah. O Hezbollah é uma organização terrorista, não um movimento político.”

O presidente israelita prestou ainda homenagem a Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestiniana, pela procura da paz no Medio Oriente. E garantiu que o novo governo de Israel vai ser formado muito em breve e que deve trabalhar rapidamente no processo de paz.