Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

A revista da semana económica

A revista da semana económica
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Primeiro, uma eleição inconclusiva e, em seguida, o rating da dívida cortado.

A Itália continua a incomodar os mercados e a testá-los, em cada leilão da dívida. Os investidores têm paciência para tudo isto?

Jens Weidmann, Presidente do Bundesbank, diz que o curso da reforma na Itália “foi posto em causa” pelas eleições. A sua mensagem para Paris foi ainda mais clara: A França está a debater-se com dificuldades, embora o país deva ser visto como um modelo no cumprimento das regras de consolidação.

O Reino Unido parece determinado a continuar o caminho da reforma, particularmente no seu setor bancário. O plano do ministro das Finanças, George Osborne, para regular os bancos de investimento, está a sofrer resistências dos investidores. Mas também não reune apoios na Comissão Parlamentar sobre as normas bancárias.

Discutimos tudo isso com Jonathan Ferro, da Bloomberg, em Business Weekly.