A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Zimbabué referenda limitação de poderes presidenciais

Zimbabué referenda limitação de poderes presidenciais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Robert Mugabe a vota, um aparente ato democrático que lhe pode valer mais 10 anos como presidente do Zimbabué, depois de já ter passado 3 décadas a liderar a ex-colónia britânica. Os eleitores da antiga Rodésia foram chamados a pronunciar-se sobre alterações constitucionais que limitam o número de mandatos presidenciais consecutivos para 2. Uma reforma apoiada pelo grande rival de Mugabe, o primeiro-ministro Morgan Tsvangirai, mas que não terá efeitos retroativos, permitindo ao presidente apresentar uma nova candidatura.

Nas reformas submetidas a consulta popular, o cargo de primeiro-ministro será extinto, daí as atenções estarem centradas nas eleições gerais da segunda metade deste ano. A violência entre as duas fações é conhecida e nessa altura apenas haverá um cargo de poder em disputa.

À luz da reforma constitucional, o presidente fica com poderes reduzidos. Para dissolver a assembleia ou declarar o estado de emergência será necessário obter a maioria qualificada de dois terços do parlamento.

No referendo deste sábado há o registo de alguns incidentes. Os resultados são conhecidos na próxima semana.