A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Corrida às caixas multibanco vazias

Corrida às caixas multibanco vazias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Caixas multibanco vazias e transferências bancárias eletrónicas paralisadas, os aforadores cipriotas não têm acesso ao seu dinheiro, o governo vai taxar as contas bancárias.

“Pode ser injusto mas é uma solução”, diz uma senhora em Nicósia. “Vim aqui levantar dinheiro mas todos os levantamentos foram travados. A situação é trágica”, diz outra.

De repente o governo vai taxar 10 % para quem tem mais de 100 mil euros nas contas e 6 % para valores inferiores.

O Reino Unido anunciou que vai compensar funcionários públicos e os militares a servirem o governo de sua majestade em Chipre. “Para as pessoas a servirem nas forças armadas, a servir o nosso governo em Chipre – porque temos bases militares lá – nós vamos compensar todos os que forem afetados por este imposto bancário. As pessoas que cumprem o seu dever em Chipre vão ser protegidas do imposto bancário cipriota”, declarou o ministro das finanças.

O jogo fiscal do governo cipriota não é “bluff”, a ultima cartada dos responsáveis europeus e cipriotas apanhou cidadãos desprevenidos.

Um reformado cipriota longe da terra natal, a viver no Reino Unido, não vê outra saída: “se é para salvar o país e a economia, então temos que aguentar”.