A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Governo britânico corta previsões de crescimento económico

Governo britânico corta previsões de crescimento económico
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi munido da tradicional maleta vermelha que o ministro britânico das Finanças, George Osborne, se deslocou a Westminster para apresentar o orçamento que volta a ser de austeridade. Para além disso, teve de baixar para metade as previsões de crescimento para este ano.

À exceção da educação e saúde, a maioria dos ministérios terá de fazer cortes. Osborne pediu também ao Banco de Inglaterra que faça mais para relançar a economia estagnada.

Face aos deputados, George Osborne defendeu: “o PIB do ano passado revelou-se superior ao previsto em dezembro pelo gabinete de vigilância orçamental, mas este ano as previsões apontam para um crescimento de 0,6%. Apesar da recessão na zona euro, as previsões atuais indicam que vamos evitar um segundo trimestre consecutivo de crescimento negativo”, isto é, o país evita uma nova recessão.

Mas para centenas de manifestantes de uma coligação de 120 organizações caritativas, que ontem realizaram um protesto disfarçados de George Osborne, o governo tem de lutar contra a evasão fiscal das empresas. Assim o Reino Unido teria dinheiro suficiente para ajudar quer os britânicos em dificuldades quer os milhões de cidadãos dos países pobres.