A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Egípcios sem esperança na visita do Obama ao Médio Oriente

Egípcios sem esperança na visita do Obama ao Médio Oriente
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O mundo está de olhos postos na visita de Barack Obama ao Médio Oriente. Mas no Cairo, a população não acredita que a deslocação do presidente norte-americano venha a ter resultados palpáveis na situação entre Israel e a Palestina.

“As promessas do passado também eram boas mas, infelizmente, 80 por cento não se materializaram… A América continua a apoiar Israel”, lamenta um cidadão, nas ruas da capital do Egito.

Uma opinião corroborada por outro, que diz: “É uma visita normal para um presidente… Mas Obama não será capaz de resolver o problema. E nós estamos fartos destas visitas, estamos fartos de quem fale muito. O que queremos de uma visita é uma reação no terreno.”

Concretamente, os egípcios gostariam que os Estados Unidos apoiassem o processo de paz através da aplicação dos acordos assinados entre Israel e a Palestina sob o auspício de Washington.

O correspondente da euronews no Cairo, Mohammed Shaukibrahim, explica: “Os egípcios são praticamente unânimes sobre a visita do presidente norte-americano ao Médio Oriente: ela não terá qualquer consequência nas relações entre os palestinianos e os israelitas. As repetidas promessas da administração norte-americana nunca conseguiram fazer avançar o ‘processo de paz’, como lhe chamam.”