Última hora

Lucros do Kingfisher caem mais de 11%

Lucros do Kingfisher caem mais de 11%
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi um ano difícil para o Kingfisher, o maior retalhista europeu de materiais de bricolagem e decoração.

O grupo, detentor de lojas como Castorama e B&Q, viu os lucros brutos caírem 11,4% para 715 milhões de livras, o equivalente a 842 milhões de euros. Os números correspondem às previsões.

Kingfisher evoca transações cambiais desfavoráveis, a queda na procura, devido à austeridade e à recessão, e às condições climáticas pouco favoráveis a obras. O grupo reconhece que as condições do mercado vão manter-se difíceis.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.