Última hora
This content is not available in your region

Vujanovic deve ser reconduzido como presidente do Montenegro

Vujanovic deve ser reconduzido como presidente do Montenegro
Tamanho do texto Aa Aa

Os montenegrinos devem renovar o mandato do atual chefe de Estado nas eleições deste domingo. O candidato do Partido Democrático dos Socialistas, no poder, é o grande favorito na corrida à presidência do Montenegro.

O abrandamento económico e as acusações de corrupção parecem não ter afetado a imagem de Filip Vujanovic creditado com 55 por cento das intenções de voto. Uma vantagem de cerca de dez pontos percentuais em relação a Miodrag Lekic, que surge em segundo lugar. O antigo diplomata apresenta-se como candidato independente, mas é apoiado pelas formações da oposição.

Os eleitores já fizeram a escolha:

“Vou votar em Vujanovic porque é o único que merece e que pode trabalhar em prol do país. O segundo candidato é uma pessoa com um caráter difícil” afirma um homem.

Outro adianta: “Penso que Lekic pode reconciliar o Montenegro e melhorar as condições de vida da população. Vujanovic esteve no poder nos últimos anos e não fez nada.”

“Há uma grande insatisfação. A sociedade está dividida e a classe média desapareceu. Há muita pobreza e muita gente alimenta-se com o que encontra nos caixotes do lixo. É uma situação triste em pleno século 21. Fala-se demasiado em democracia quando os cuidados mínimos de saúde não estão sequer assegurados” refere um outro montenegrino.

Os montenegrinos escolhem, hoje, pela vez o chefe de Estado desde que o país proclamou a independência da Sérvia, em 2006.