A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Gripe das aves está a espalhar-se pela China

Gripe das aves está a espalhar-se pela China
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Nas últimas horas, a China confirmou oito novos casos de gripe aviária. Depois da menina de 7 anos de Pequim, foram divulgados os primeiros registos da gripe no centro do país: duas pessoas de Henan foram infetadas com o vírus H7N9.

Apesar da rápida propagação, a Organização Mundial de Saúde (OMS) já descartou uma possível epidemia, por não haver dados de contacto direto entre os infetados.

De acordo com o representante da OMS na China, Michael O’laery, “é difícil prever como é que o vírus se irá espalhar.” “Não é uma surpresa ver casos em diferentes cidades do país. É uma doença tão esporádica que pode aparecer em vários lugares e nós temos a certeza que vão continuar a surgir novos infetados”, alertou.

Os dois primeiros casos de contágio em Henan são dois homens, um diretor de restaurante, de 34 anos e um agricultor, de 65 anos.

Até ao momento, 51 pessoas foram infetadas com o vírus H7N9 na China, 11 morreram.