Última hora
This content is not available in your region

Espião israelita acusa Damasco de usar armas químicas

Espião israelita acusa Damasco de usar armas químicas
Tamanho do texto Aa Aa

As forças leais a Bashar Al-Assad estarão a usar armas químicas contra os rebeldes sírios. A acusação é baseada em fotografias e parte do general Itai Brun, chefe da divisão de investigação e análise dos serviços de espionagem do exército israelita.

O governo de Benjamin Netanyahu prefere não comentar as informações que foram avançadas numa conferência. Os Estados Unidos mostram-se cautelosos, como demonstra o secretário de Estado, John Kerry. “A informação que tenho até este momento não me dá a confirmação necessária para comentá-las confortavelmente como um facto. Naturalmente, quaisquer alegações devem ser investigadas e será apropriado seguir este caso e descobrir o que está acontecer. Quanto a isso não há dúvidas”, declarou.

Outra informação não confirmada, sustentada por um vídeo amador sem autenticação independente, é o alegado envolvimento na guerra civil síria do Hezbollah, grupo político e militante libanês, considerado terrorista pelos Estados Unidos e com estreitas ligações à Síria e ao Irão.