A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Desemprego: França bate novos máximos

Desemprego: França bate novos máximos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O número de desempregados bateu um novo histórico em França.

De acordo com o Ministério do Trabalho cerca de 40 mil pessoas inscreveram-se nos centros de emprego, só no mês de março. Feitas as contas, mais de três milhões e duzentas mil pessoas estão neste momento à procura de trabalho. Números que batem os níveis de 1997.

Há 23 meses que o desemprego não para de aumentar.

O combate ao desemprego da segunda maior potência da zona euro é uma prioridade para o chefe de Estado francês. François Hollande prometeu inverter a tendência até ao final deste ano. Uma tarefa impossível na opinião dos analistas já que não há perspetivas de crescimento da economia.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico prevê que a taxa de desemprego atinja até dezembro os 11 pontos percentuais, menos duas décimas que o Fundo Monetário Internacional. Tanto a OCDE como o FMI estimam um agravamento da situação em 2014.