A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Hollande à procura negócios da China

Hollande à procura negócios da China
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês chegou, hoje, à China para uma visita de 37 horas. François Hollande é o primeiro chefe de Estado a deslocar-se ao país desde a chegada ao poder de Xi Jinping.

Direitos do homem, tensões na Península coreana e economia são algumas das questões que marcam a agenda de Hollande. Negócios da China precisam-se face ao recuo do consumo em França e o aumento do desemprego.

Reequilibrar as trocas comerciais entre os dois países é uma das prioridades do chefe de Estado francês acompanhado, nesta visita, por dezenas de empresários.

O défice comercial com a China ronda os 26 mil milhões de euros. Números que Hollande pretende inverter. O presidente quer abrir o mercado chinês às empresas gaulesas, mas sabe que para isso vai ter de investir na relação com a nova direção chinesa.