Última hora
This content is not available in your region

Eurocéticos britânicos em terceiro lugar nas eleições locais

Eurocéticos britânicos em terceiro lugar nas eleições locais
Tamanho do texto Aa Aa

É uma grande vitória para Nigel Farage: nas eleições locais britânicas, o UKIP, o partido independentista do Reino Unido, ganhou mais de 140 assentos municipais e alcançou 25% dos votos, nos condados onde concorreu.

Para o líder do partido, que defende a saída do Reino Unido da União Europeia, o resultado explica-se facilmente: os políticos anteriores “decidiram sozinhos esta união política com a Europa e agora 75% das nossas leis são feitas noutro lado qualquer. A maioria de nós está a dizer: ‘Queremos o nosso país de volta’. Ser amigos da Europa e negociar com ela, sim, mas ser governados por Bruxelas, não”!

Os trabalhistas foram os mais votados e ganharam cerca de 300 lugares autárquicos. Os grandes perdedores foram os conservadores, afastados mesmo do controlo de 10 condados que antes detinham.

O resultado não desmotiva, contudo, o primeiro-ministro conservador. “Percebo porque é que algumas pessoas que nos apoiaram antes, não nos apoiaram agora. Querem que façamos mais: que nos esforcemos pelos trabalhadores, que resolvamos os problemas que os preocupam; mais, em termos de custo de vida; mais, para relançar a economia… é nelas que nos devemos focar mas temos de fazer mais e melhor”, afirma David Cameron.

Os resultados das eleições locais desta quinta-feira foram conhecidos na sexta-feira. Cerca de dez mil candidatos estavam em liça, para os conselhos de vários condados britânicos, que têm a seu cargo a gestão das escolas, das rodovias ou dos serviços de bombeiros, entre outros.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.