Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

China: Pequenos animais vivos vendidos para colares e pulseiras

China: Pequenos animais vivos vendidos para colares e pulseiras
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na China, a relação entre pessoas e animais continua a chocar, sobretudo os ocidentais. Desta vez, não se trata de animais que são comidos. Desta vez é uma nova prática da moda: pequenos animais são vendidos vivos e usados em colares e em pulseiras.

É possível encontrar em alguns mercados de Pequim, estes pequenos peixes, tartarugas, sapos ou salamandras dentro de bolsas de plástico, contendo oxigênio e um líquido com nutrientes. Os vendedores garantem que é suficiente para viverem dois meses. Há quem diga que são amuletos da sorte ou apenas brinquedos para crianças. E são vendidos aos milhares a 10 yuans, cerca de 1 euro.

Esta prática é criticada pelos defensores dos direitos dos animais num país onde não há qualquer que proteja os animais. E pedem às autoridades de Pequim que tome medidas para impedir o que chamam de barbaridade para com os animais.