Última hora

Tiroteio num banco israelita mata 4 pessoas

Tiroteio num banco israelita mata 4 pessoas
Tamanho do texto Aa Aa

Um homem entrou, esta segunda-feira, num banco na cidade israelita de Be’er Sheva, e matou quatro pessoas antes de se suicidar. As autoridades, que inicialmente, pensaram num assalto, inclinam-se agora para a hipótese de se tratar de uma disputa entre o cliente e o gerente do banco, que lhe terá recusado um empréstimo.

O homem, um judeu de cerca de 40 anos, manteve refém uma mulher, antes de a libertar e de se suicidar.

Para o primeiro-ministro israelita, “o assunto é muito sério.” Benjamin Netanyahu continua: “Não me lembro de um caso assim nos últimos anos. Não é algo habitual, em Israel. Devemos evitar que este tipo de ataque se repita.”

O homem entrou no banco Hapoalim, por volta das 13h00 locais (12h00, em Lisboa), e começou a disparar, envolvendo-se com os polícias presentes na dependência bancária e fazendo igualmente vários feridos, que foram entretanto transportados para o hospital local.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.