Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Tiroteio num banco israelita mata 4 pessoas

Tiroteio num banco israelita mata 4 pessoas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um homem entrou, esta segunda-feira, num banco na cidade israelita de Be’er Sheva, e matou quatro pessoas antes de se suicidar. As autoridades, que inicialmente, pensaram num assalto, inclinam-se agora para a hipótese de se tratar de uma disputa entre o cliente e o gerente do banco, que lhe terá recusado um empréstimo.

O homem, um judeu de cerca de 40 anos, manteve refém uma mulher, antes de a libertar e de se suicidar.

Para o primeiro-ministro israelita, “o assunto é muito sério.” Benjamin Netanyahu continua: “Não me lembro de um caso assim nos últimos anos. Não é algo habitual, em Israel. Devemos evitar que este tipo de ataque se repita.”

O homem entrou no banco Hapoalim, por volta das 13h00 locais (12h00, em Lisboa), e começou a disparar, envolvendo-se com os polícias presentes na dependência bancária e fazendo igualmente vários feridos, que foram entretanto transportados para o hospital local.