A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tornado em Oklahoma mata dezenas de pessoas

Tornado em Oklahoma mata dezenas de pessoas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Subiu para 91 mortos e um número não determinado de desaparecidos, o último balanço de vítimas do gigantesco tornado, a sul da cidade de Oklahoma, nos Estados Unidos.

O fenómeno meteorológico abateu-se numa zona residencial, atingiu duas escolas e destruiu centenas de casas.

O tornado, cujos ventos atingiram velocidades próximas do 300 quilómetros, devastou a cidade de Moore, de cerca de 55 mil habitantes, em menos de uma hora.

A governadora do estado de Oklahoma falou à população logo a seguir à tempestade:
“Tivémos um grande tornado, um enorme tornado que passou sobre esta comunidade, sabemos que há mortos, não sabemos ainda o número certo, sabemos que há feridos, sabemos que perdemos um enorme número de infraestruturas nesta comunidade e por todo o estado.

Queria dizer em primeiro lugar que as nossas orações e o nosso pensamento vai para as famílias de Oklahoma que foram as mais atingidas por esta terrível tempestade nos últimos dois dias e, em particular, o nosso coração sofre com os pais que esperam notícias dos filhos que estavam nas escolas que foram atingidas”.

Os tornados são comuns nas planicies de Oklahoma, mas raramente atingem zonas urbanas. Nos últimos dias tinham sido detetadas nuvens supeitas, em forma de funil, na região. O estado de emergência tinha sido decretado em 10 condados.

Na quinta-feira, o estado vizinho do Texas foi atingido por dez tornados. Seis pessoas perderam a vida.