A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mursi recebe polícias e militares depois de rapto

Mursi recebe polícias e militares depois de rapto
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente Mohammed Mursi exigiu a entrega das armas por parte do grupo islâmico que raptou os sete homens das forças de segurança egípcias na região do Sinai na quinta-feira passada. Os soldados e polícias foram libertados esta quarta-feira de manhã depois do sequestro levado a cabo pelos militantes islâmicos do grupo Tawhid Wal Jihad. Os homens foram depois recebidos pelo presidente.

A intervenção de líderes tribais na região terá sido importante. De acordo com fontes oficiais, não houve quaisquer negociações ou confrontos. O grupo Tawhid Wal Jihad exige a libertação de militantes, detidos pelas autoridades. A segurança na região do Sinai degradou-se bastante com a queda de Hosni Mubarak do poder em 2011.