A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

BCE mantém taxas inalteradas

BCE mantém taxas inalteradas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi sem surpresas que o Banco Central Europeu (BCE) deixou inalterada a política monetária. A instituição deixou a taxa diretora no mínimo histórico de 0,5% e não tocou também na taxa relativa aos depósitos (0%).

Em maio, o BCE cortou a taxa de referência e disse estar pronto a pôr a taxa dos depósitos negativa para levar os bancos a conceder crédito às empresas. Mas manteve-se inativo, apesar da zona euro ter afundado um pouco mais na recessão no primeiro trimestre.

A situação melhorou ligeiramente em maio. A contração industrial desacelerou, a inflação subiu ligeiramente. Já o desemprego continua a bater recorde.

Os analistas esperam que, na conferência de imprensa, Mario Draghi baixe as previsões económicas, embora nos últimos dias tenha reiterado que a retoma se fará sentir no final do ano.