Última hora
This content is not available in your region

BCE mantém taxas inalteradas mas baixa previsões económicas

BCE mantém taxas inalteradas mas baixa previsões económicas
Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central Europeu (BCE) manteve inalterada a política monetária, mas baixou as previsões de crescimento e inflação para a zona euro este ano.

A instituição manteve a taxa de referência no mínimo histórico de 0,5% e decidiu manter em 0% a taxa relativa aos depósitos, apesar de terem discutido baixá-la para terreno negativo.

Mario Draghi, presidente do BCE, defende que “o Conselho de Governadores continua a ver sinais contracionistas nas previsôes económicas da zona euro. O PIB recua há seis trimestres consecutivos e as condições do mercado laboral mantém-se fracas. Os recentes desenvolvimentos em termos dos índices de confiança mostraram alguma melhoria, mas mantém-se em níveis baixos”.

A fragilidade da situação económica levou o BCE a baixar as estimativas para este ano. A recessão da zona euro deverá atingir os 0,6%, mais uma décima do que o previsto em março.

A previsão de inflação baixa também. O BCE espera agora uma taxa de 1,4% (contra 1,6% em março), mas garante que não há um risco de deflação, já que a queda dos preços apenas atinge certos produtos.

A economia da zona euro deverá emergir da recessão no próximo ano, reiterou Mario Draghi.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.