A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mourinho no Chelsea: "Sou o happy one"

Mourinho no Chelsea: "Sou o happy one"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

José Mourinho foi apresentado esta segunda-feira como treinador do Chelsea para as próximas quatro temporadas. Seis anos depois de ter abandonado o comando do clube londrino, o treinador português regressa a Stamford Bridge com um objetivo diferente. “Estabilidade e permanência duradoura.”

Depois de passagens por Milão e Madrid e oito títulos conquistados, Mourinho diz-se feliz por ter regressado ao seu clube do coração, mas rejeita o rótulo de “Special One”.

“Chamem-me o happy one. Sou a mesma pessoa com o mesmo coração, com o mesmo tipo de emoções e paixão pelo futebol e pelo meu trabalho. Mas neste momento, sou um treinador diferente, com outro tipo de experiência, mais calmo e estou muito feliz”, afirmou o ex-treinador do Real Madrid.

Durante a conferência de imprensa, José Mourinho evitou falar do antigo clube e também sobre futuros jogadores do Chelsea. O treinador deixou a ideia de que não quererá qualquer jogador português no plantel, para além do guarda-redes Hilário, que tem ainda uma situação indefinida nos blues.