Última hora
This content is not available in your region

Orange mantém Richard como patrão apesar das acusações

Orange mantém Richard como patrão apesar das acusações
Tamanho do texto Aa Aa

Stéphane Richard mantém-se como patrão da Orange, a antiga France Telecom, apesar de ter sido acusado de burla e associação criminosa no caso Tapie.

Stéphane Richard recebeu esta segunda-feira o apoio do Conselho de Administração da operadora, que emprega 170 mil pessoas e tem 226 milhões de clientes. O estado francês, principal acionista com 27% do capital, não quer destabilizar a empresa num período difícil.

A Orange enfrenta uma dura concorrência e tenta recuperar a imagem, após uma vaga de suicídios de empregados

Richard é um dos atuais três arguidos no caso da arbitragem de Bernard Tapie contra o banco Crédit Lyonnais. Em 2008, Richard era chefe de gabinete de Christine Lagarde, então ministra francesa da Economia e Finanças. A atual diretora do FMI é “testemunha assistida” no caso.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.