A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Búlgaros querem derrubar governo que acabam de eleger

Búlgaros querem derrubar governo que acabam de eleger
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Durante seis dias consecutivos, o cenário em Sófia e noutras cidades búlgaras não mudou muito – multiplicam-se as manifestações contra o novo governo liderado pelos socialistas. A eleição decorreu há apenas três semanas, mas a paciência dos búlgaros esgotou-se rapidamente, sobretudo depois da nomeação do controverso Delyan Peevski como responsável pela segurança nacional.

O parlamento já reverteu essa decisão. Mas, num país particularmente assolado pela corrupção, pode não ser o suficiente. Nas ruas de Sófia, diz-se que “os políticos estão com medo. Dizem que não somos assim tantos, mas de dia para dia somos cada vez mais.” Outros garantem que “os protestos continuam até o governo cair.”

O descrédito deste executivo foi então inflamado pelo caso Peevski, um homem de 32 anos, nomeado sem qualquer experiência na área da segurança, sendo herdeiro de um poderoso império mediático criado pela mãe.