Última hora
This content is not available in your region

Na África do sul, Obama não visita Mandela

Na África do sul, Obama não visita Mandela
Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama chegou à África do Sul com Mandela no pensamento, mas não deve ir visitá-lo ao hospital.

Este périplo pelo continente africano é altamente simbólico, já que Obama é o primeiro presidente negro norte-americano e esta é a primeira visita de vários dias a África desde que tomou posse para o primeiro mandato, em 2009. “Este é um momento para a família e não quero interferir”, disse o chefe de Estado norte-americano.

O presidente norte-americano quer prestar homenagem ao pai da África do Sul pós-apartheid, mas já disse que não pretende visitá-lo no hospital, onde Mandela, ou Madiba, como é conhecido, está internado em estado crítico, aos 94 anos.

“Aquilo que mais desejávamos era que Obama viesse, Madiba estivesse bem e pudesse recebê-lo e dar-lhe as boas vindas. Infelizmente não é assim. No entanto, não podemos dizer que a visita é inoportuna. Há muitas coisas que ele vai fazer no país, incluindo muitas coisas que refletem os ideais de Madiba”, diz Jackson Mthembu, porta-voz do ANC.

A visita de Obama à África do Sul não deixa de ser acompanhada por protestos contra a política externa norte-americana.

Obama chega à África do sul vindo do Senegal. Para este sábado, está previsto um encontro com jovens no Soweto, o antigo bairro negro onde viveu Nelson Mandela.