A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Obama alerta para os perigos dos investimentos estrangeiros em África

Obama alerta para os perigos dos investimentos estrangeiros em África
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama prossegue a sua visita à Àfrica do Sul, nas pisadas de Nelson Mandela, que permanece hospitalizado em estado crítico.

O presidente norte-americano jantou ontem com o presidente Jacob Zuma, em Pretória, onde falou do legado do Nobel da paz antes de evocar os perigos dos investimentos da China e do Brasil no continente africano.

Obama advertiu para o risco de que a presença dos países emergentes possa limitar-se à exploração de matérias-primas, sem trazer benefícios para as populações.

Obama falou ainda da luta contra o terrorismo no continente: “Há alguns grupos extremistas que não aceitam qualquer compromisso com a democracia e temos que ser realistas sobre este tema e é por isso que queremos reforçar a nossa parceria para ajudar os países africanos”.

Depois de reunir-se ontem com alguns familiares de Mandela, o presidente norte-americano vai deslocar-se hoje a Robben Island, onde o ícone da luta anti-apartheid esteve detido durante dezoito dos 27 anos que passou na prisão.

Obama deverá pronunciar um discurso sobre o legado de Mandela e os obstáculos à mudança no continente africano, quando o ex-presidente sul-africano livra aquele que poderá ser o seu último combate no hospital de Pretória.