Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Família de Mandela dividida por disputa de sepulturas

Família de Mandela dividida por disputa de sepulturas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal da África do Sul ordenou esta terça-feira que os restos mortais de três filhos de Nelson Mandela sejam de novo sepultados no jazigo da família em Qunu, terra onde o Nobel da Paz cresceu.

Em 2011 Mandla Mandela, o neto mais velho do ex-presidente, decidiu exumar os restos mortais
em questão e trasladá-los para Mvezo, a cerca de 30 quilómetros, onde possui uma propriedade.

Esta decisão tomada sem a aprovação da família foi contestada em tribunal.

Nelson Mandela, que está internado num hospital de Pretória em estado grave há cerca de quatro semanas, manifestou a vontade de ser sepultado em Qunu quando chegar a sua hora.

Esta disputa envolvendo três mulheres, 17 netos e 12 bisnetos de Nelson Mandela revela profundas divisões no seio da família do histórico líder africano.

Segundo alguns dos membros mais velhos do clã, enquanto a família estiver em disputa, o espírito do ex-presidente não terá paz.