A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ucrânia: Esquadra de polícia invadida, devido a impunidade de agente acusado de violação

Ucrânia: Esquadra de polícia invadida, devido a impunidade de agente acusado de violação
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Habitantes da cidade ucraniana de Vradiyevka invadiram uma esquadra da polícia após as autoridades locais se terem recusado a prender um de dois polícias que violaram e agrediram uma mulher de 29 anos na semana passada.

O segundo agressor foi detido posterirmente para ser interrogado.

Irina Krashkova disse que foi agredida e violada por dois polícias de pois de ter sido forçada a entrar num táxi.

“Tenho a certeza que eram polícias porque conheço-os. Vivo na aldeia onde eles trabalham. Nunca falei com eles, mas sei que são polícias porque vivo naquela aldeia”, afirmou a vítima.

Apesar de o presidente Victor Yanukovich ter ordenado aos responsáveis pela segurança que investigassem o caso, em Kiev manifestantes protestaram em frente do gabinete presidencial.

“Hoje aconteceu em Vradiyevka, amanhã pode acontecer em qualquer lugar da Ucrânia. É responsabilidade social dos políticos proteger os cidadãos e os direitos humanos”; disse um dos manifestantes.

Entretanto foi anunciado que o procurador regional e os responsáveis pela polícia local foram demitidos.