A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Militares afastam Morsi da presidência do Egito

Militares afastam Morsi da presidência do Egito
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mohamed Morsi foi afastado da presidência do Egito e os militares tomaram conta do país.

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, o General Abdel
Fattah al Sisi, anunciou na televisão que a Constituição está suspensa e o presidente foi afastado das funções, substituído pelo presidente do Tribunal Constitucional.

Depois de uma onda de manifestações que se transformou em golpe de Estado, os militares decidiram tomar o poder. Vão agora entregar o governo a uma comissão de peritos, enquanto um outro grupo se encarrega de rever a Constituição. Vão também ser marcadas novas eleições presidenciais.

Morsi, afeto à Irmandade Muçulmana, é o primeiro presidente eleito no Egito desde a queda do regime de Hosni Mubarak no início de 2011. O presidente tem vindo a ser cada vez mais contestado pela população, que pede um governo laico, até que os militares fizeram um ultimato, até à tarde desta quarta-feira, para que o poder fosse partilhado.