A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Espionagem dos EUA contra UE alvo de inquérito parlamentar

Espionagem dos EUA contra UE alvo de inquérito parlamentar
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A alegada espionagem dos serviços secretos norte-americanos contra a União Europeia (UE) vai ser investigada por uma comissão do Parlamento Europeu.

Os eurodeputados aprovaram, esta quinta-feira, em Estrasburgo, uma resolução sobre um inquérito que deve ficar pronto no final de 2013.

“Penso que não se deve pôr todas as culpas nas costas do espião Edward Snowden. Ele apenas divulgou uma realidade que é inaceitável para os europeus. Podemos ser espiados pelos nossos inimigos, mas não pelos nossos amigos!”, disse o líder dos liberais, Guy Verhofstadt.

O inquérito será feito pela comissão parlamentar das Liberdades Cívicas, mas outros eurodeputados alertam que as futuras negociações para um acordo de comércio livre com os EUA não devem ser prejudicadas.

“As relações ficaram mais difíceis por causa do incidente e queremos tudo clarificado. Mas não devemos ignorar os interesses estratégicos da UE: metade dos jovens no sul da Europa não têm emprego. Por isso, precisamos de crescimento económico que crie emprego, algo estratégico para a UE”, disse Manfred Weber, eurodeputado alemão do Partido Popular.

As negociações para o acordo começam já a 8 de Julho. Potencialmente, as empresas da UE poderão vender para o mercado dos EUA mais 140 mil milhões de euros, por ano, do que até agora.