A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Confrontos no Egito fazem pelo menos 26 mortos

Confrontos no Egito fazem pelo menos 26 mortos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Egito viveu uma sexta-feira sangrenta.

Pelo menos 26 pessoas morreram em confrontos entre opositores e apoiantes de Mohamed Morsi, o presidente que foi deposto por um golpe de Estado esta semana.

Em Alexandria, os confrontos fizeram pelo menos dez mortos e mais de 200 feridos. Segundo os testemunhos, as vítimas mortais foram, na maioria, mortas a tiro.

Antes, os confrontos tinham tomado conta da capital do país, o Cairo.

A morte de três apoiantes de Morsi por parte do exército desencadeou manifestações. Os defensores da Irmandade Muçulmana tentaram marchar em direção à praça Tahrir e acabaram por enfrentar os adversários numa ponte perto da praça, onde continuam concentrados os defensores do golpe militar.

O exército acabou depois por tomar conta da situação.