A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

FMI revê em baixa projeções do PIB mundial para 2013

FMI revê em baixa projeções do PIB mundial para 2013
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional reviu em baixa as projeções para o Produto Interno Bruto mundial, em 2013. De acordo com a instituição com sede em Washington a economia global vai crescer 3,1 por cento, ou seja, um recuo de 0,2 por cento relativamente às projeções publicadas em abril. O FMI estima que o PIB japonês cresça dois por cento e os Estados Unidos 1,7 por cento. Já a economia da zona euro vai continuar a recuar, desta feita em 0,6 por cento.

Para o economista-chefe do FMI, Olivier Blanchard, esta previsão “reflete não apenas o crescimento negativo em Espanha e Itália, mas também um crescimento mais baixo em economias chave. Pensamos que este crescimento vai voltar a ser positivo em 2014 mas vai permanecer muito baixo.”

O FMI prevê que a economia alemã cresça apenas 0,3 por cento este ano, enquanto a França deverá registar uma contração de 0,2 por cento. Mas o recuo do PIB mundial é sobretudo justificado com o arrefecimento dos países emergentes, como o Brasil. A primeira economia da América do Sul deverá crescer 2,5 por cento em 2013, um recuo de meio ponto percentual relativamente às previsões de abril.