Última hora

Magnitsky condenado depois de morto, por um tribunal russo

Magnitsky condenado depois de morto, por um tribunal russo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O advogado e homem de negócios russo, Sergei Magnitsky, foi condenado postumamente, por fraude fiscal e outros crimes.

É a primeira vez que isso acontece, na justiça russa. Também nunca se viu coisa assim, na era soviética.

Além de fraude fiscal, Sergei Magnistsky era ainda acusado de diversos ilícitos, juntamente com outros cumplices.

O caso acabou por gerar um conflito diplomático entre Moscovo e Washington, porque Magnitsky representava, na Rússia, os interesses da companhia norte-americana Hermitage Capital Managment.

O seu advogado requereu a anulação do acordão e o próprio Ministério Público russo interrogou o tribunal, sobre a legalidade da setença.

Foi preso em 2008 e acabou por falecer na cadeia, um ano depois.

O processo seguiu tramites, porque havia outros cúmplices, concretamente, funcionários das finanças.

Mas ninguém esperava a condenação do advogado falecido.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.