Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

A morte anunciada do telegrama

A morte anunciada do telegrama
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Índia prepara-se para enviar o último telegrama na próxima segunda-feira.

Um serviço prestado ao longo de mais de 160 anos, agora, ultrapassado pela revolução tecnológica.

O governo justifica a decisão com os prejuízos na ordem dos 190 milhões de euros acumulados ao longo dos últimos sete anos

“Se as pessoas usassem os telegramas não chegaríamos a este ponto porque a empresa de telecomunicações BSNL continuaria a ter lucro, mas as pessoas preferem usar outras formas de comunicação como os emails e os sms’s” refere um responsável da empresa pública BSNL

Em 1985, chegaram a ser enviados 60 milhões de telegramas na Índia. Das 45 mil agências existentes na altura, restam 75 que fecham portas esta segunda-feira.