A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Escândalo na China compromete resultados da GlaxoSmithKline

Escândalo na China compromete resultados da GlaxoSmithKline
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A farmacêutica britânica GlaxoSimthKline alertou para o impacto do escândalo na China sobre os resultados do grupo. O aviso foi deixado esta quarta-feira, quando foram revelados os números relativos ao primeiro trimestre do seu exercício fiscal. Entre abril e junho a empresa faturou 7,68 mil milhões de euros, o que representa uma subida de dois por cento. A farmacêutica espera um crescimento de um por cento no final do exercício. A GlaxoSmithKline tem enfrentado alguns problemas nos últimos trimestres devido à queda dos preços na Europa, duramente atingida pela austeridade, e ao fim da proteção das patentes de alguns dos seus medicamentos. Mas o maior golpe para a companhia britânica veio da China, onde quatro dos seus altos dirigentes se encontram detidos por suspeita de corrupção. Um caso que as autoridades de Pequim querem utilizar como exemplo.