A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Descarrilamento de comboio provoca 77 mortos e 140 feridos na Galiza

Descarrilamento de comboio provoca 77 mortos e 140 feridos na Galiza
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um dia nacional da Galiza marcado pelo luto, num momento em que o saldo de vítimas do descarrilamento de um comboio ontem, em Santiago de Compostela, ascende a 77 mortos e mais de 140 feridos.

Trata-se do terceiro acidente de comboio mais mortal de sempre em Espanha e do primeiro registado numa linha de alta velocidade, no país. As autoridades não excluem encontrar mais vítimas entre os escombros da composição que efetuava a ligação entre Madrid e Ferrol com 247 passageiros a bordo.

Segundo as primeiras informações, o comboio que registava um atraso de 5 minutos, circularia em excesso de velocidade, a cerca de 190km por hora, numa curva limitada a 80km por hora.


Agrandir le plan

A mesma curva, em A Grandeira, tinha já sido considerada perigosa aquando da inauguração da nova linha, em 2011, por obrigar as composições a reduzirem a velocidade de 200Km/h para apenas 80km/h. Os dois condutores do comboio sairam ilesos do acidente depois de terem confirmado, por radio, que circulavam a, pelo menos, 190Km/h.

O acidente ocorreu sob um viaduto de auto-estrada a três quilómetros da estação de Santiago de Compostela.

O comboio, com duas locomotoras e seis carruagens, partiu-se em dois, depois das primeiras carruagens terem descarrilado, o impacto do acidente fez com que uma das carruagens fosse projetada a mais de 15 metros de distância junto de uma zona residencial.

O primeiro-ministro Mariano Rajoy é esperado esta manhã no local do acidente que ocorreu na véspera do início dos festejos do dia da Galiza, entretanto cancelados.

A Galiza tinha já sido palco do pior acidente ferroviário de sempre no país em 1944, com a morte de 500 pessoas na linha Madrid-La Coruña.

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

  • © Óscar Corral

no comment