Última hora
This content is not available in your region

EUA: Justiça acusa cinco piratas pela maior cyber-fraude do país

EUA: Justiça acusa cinco piratas pela maior cyber-fraude do país
Tamanho do texto Aa Aa

Quatro russos e um ucraniano foram acusados de levar a cabo a maior cyber-fraude da história dos Estados Unidos. Os cinco piratas informáticos roubaram mais de 160 milhões de números de cartões de débito e de crédito. O furto rendeu-lhes mais de 300 milhões de dólares.

O procurador do estado do New Jersey, Paul Fishman, esclareceu que os hackers piratearam os sistemas do Nasdaq, das lojas de conveniência 7-11 ou de processadores de pagamentos por cartão bancário como a Euronet Worldwide e a Global Payment, causando centenas de milhões de dólares de prejuízos.

As intrusões informáticas e os furtos começaram em 2007. Os acusados vendiam em seguida os números dos cartões bancários. Dois piratas russos foram detidos na Holanda em junho do ano passado. Um foi extraditado em setembro, o outro aguarda ainda a extradição. Os restantes continuam a monte.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.