Última hora

Membro das Pussy Riot fica na prisão

Membro das Pussy Riot fica na prisão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal de Moscovo rejeitou o pedido de liberdade condicional de um dos membros do grupo Pussy Riot.

Nadezhda Tolokonnikova continua atrás das grades e nem o argumento de ter uma filha de cinco anos lhe valeu. O grupo foi condenado depois de ter irrompido numa catedral moscovita e interpretado uma canção contra o presidente russo Vladimir Putin.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.