A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Israel liberta 104 presos palestinianos

Israel liberta 104 presos palestinianos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um passo em frente na retoma das negociações entre Israel e a Palestina. O governo israelita aprovou a libertação de 104 prisioneiros palestinianos. Pessoas que foram presas antes da assinatura do acordo de Oslo, em 1993. O projeto do governo de Israel para libertar prisioneiros palestinianos é uma pasta sensível. As famílias das vítimas israelitas dos ataques palestinianos e residentes receberam a medida com hostilidade.

David, residente israelita: “É a pior decisão, tanto do ponto de vista da defesa, para não falar de justiça. Assassinos não deve ser libertados, devem ser mortos.”

As reações dividem-se.

Amer Abu Sarhan, irmão de um prisioneiro palestiniano: “Hoje estamos alegres com a notícia da libertação de prisioneiros, mas esperamos que não seja em troca de um preço alto para a causa palestina.”

No entanto, a retoma das negociações de paz, após três anos de impasse pode ocorrer nos próximos dias.