A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Obama vai ao G20 na Rússia, apesar do caso Snowden

Obama vai ao G20 na Rússia, apesar do caso Snowden
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai participar na cimeira do G20, que reunirá as maiores economias do mundo, na Rússia, no início de setembro.

Uma revelação feita no no programa “Tonight Show”, do canal de TV NBC, onde admitiu estar desiludido com o asilo temporário que a Rússia concedeu ao ex-consultor norte-americano foragido Edward Snowden.

“Há ainda muito áreas em que podemos cooperar, mas por vezes eles resvalam para uma certa mentalidade da Guerra Fria. O que lhes digo, nomeadamente ao Presidente Putin, é que isso pertence ao passado e que nos devemos concentrar no futuro. Não há nenhuma razão que nos impeça de cooperar de forma mais eficaz”, disse Obama.

Edward Snowden, que fez revelações sobre um programa de vigilância de comunicações global, mantido secreto pelo governo norte-americano, fugiu em junho dos Estados Unidos para Hong Kong, mas pouco depois viajou para a Rússia.

Após várias semanas na zona de trânsito internacional do aeroporto de Moscovo, o ex-consultor do Serviço Nacional de Segurança conseguiu um visto de asilo para ficar no país por um ano.