A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mais uma voz a pedir o mundial do Qatar no inverno

Mais uma voz a pedir o mundial do Qatar no inverno
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Ainda faltam nove anos para o Campeonato do Mundo do Qatar, mesmo assim já é um dos mais polémicos de sempre. As temperaturas que podem chegar aos 50ºC no verão assustam qualquer um, e a última voz a juntar-se aos defensores de um mundial no inverno foi o presidente da Federação Inglesa de Futebol, Greg Dyke.

No cargo há menos de um mês, Dyke defende que mesmo que seja possível refrigerar os estádios durante as partidas, esta é uma situação insustentável para os adeptos, eles sim obrigados a suportar o calor.

Apesar desta opinião ir ao encontro da mais recente posição da FIFA, o assunto não deixa de ser delicado. As principais ligas europeias, assim como os maiores clubes, já se manifestaram contra a mudança mas não foram os únicos.

As candidaturas que perderam a organização do mundial para o Qatar ameaçaram com ações legais.