Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

O mais procurado criminoso nazi faleceu sem julgamento

O mais procurado criminoso nazi faleceu sem julgamento
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Tinha 98 anos e esteve no topo da lista dos mais procurados criminosos nazis da Segunda Guerra Mundial. Antes que o seu processo judicial chegasse ao fim, o húngaro Lazlo Csatary faleceu num hospital de Budapeste, no passado sábado, na sequência de uma pneumonia.

Csatary foi julgado à revelia em 1947, tendo sido condenado à pena de morte por crimes contra a Humanidade. Durante décadas esteve desaparecido. Foi descoberto em 1995, no Canadá, onde trabalhava como comerciante de arte. No entanto, conseguiu evaporar-se novamente. No ano passado, uma investigação jornalística britânica detetou-o na Hungria. Enquanto aguardava um novo processo, Csatary estava sob prisão domiciliária.

O antigo chefe do campo de Kosice, na atual Eslováquia, era considerado responsável por atos de tortura, execuções, e pela deportação de quase 16 mil judeus para os campos de concentração nazis.