Última hora
This content is not available in your region

Líder do Hezbollah pronto a lutar com as próprias mãos na Síria

Líder do Hezbollah pronto a lutar com as próprias mãos na Síria
Tamanho do texto Aa Aa

O líder do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, falou publicamente num dia de luto no Líbano, depois da explosão mortal de um carro armadilhado, ontem a sul de Beirute e prometeu um apoio incondicional ao regime sírio de Assad.
Disse que, se necessário, ele próprio está pronto para lutar na Síria e prometeu derrotar os islamitas sunitas radicais, acusando-os de atacar a comunidade xiita no Líbano.

No total 24 pessoas morreram e 335 ficaram feridas nesta explosão que teve lugar no mesmo bairro que foi bombardeado no mês passado, onde outras 50 pessoas ficaram feridas.

As cerimónias fúnebres das vítimas começaram ontem e prolongaram-se durante esta sexta-feira. O atentado foi condenado pelas forças políticas libanesas, mas da parte sunita de Trípoli, no norte do país, chegaram manifestações de apoio a este ataque.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.