Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Líder do Hezbollah pronto a lutar com as próprias mãos na Síria

Líder do Hezbollah pronto a lutar com as próprias mãos na Síria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O líder do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, falou publicamente num dia de luto no Líbano, depois da explosão mortal de um carro armadilhado, ontem a sul de Beirute e prometeu um apoio incondicional ao regime sírio de Assad.
Disse que, se necessário, ele próprio está pronto para lutar na Síria e prometeu derrotar os islamitas sunitas radicais, acusando-os de atacar a comunidade xiita no Líbano.

No total 24 pessoas morreram e 335 ficaram feridas nesta explosão que teve lugar no mesmo bairro que foi bombardeado no mês passado, onde outras 50 pessoas ficaram feridas.

As cerimónias fúnebres das vítimas começaram ontem e prolongaram-se durante esta sexta-feira. O atentado foi condenado pelas forças políticas libanesas, mas da parte sunita de Trípoli, no norte do país, chegaram manifestações de apoio a este ataque.