Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Mo Farah domina 5000 metros e alcança 'dobradinha' nos Mundiais de Moscovo

Mo Farah domina 5000 metros e alcança 'dobradinha' nos Mundiais de Moscovo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mo Farah está em posse do ‘santo graal’ do meio-fundo: O britânico de origem somali juntou o título mundial dos 5000 metros ao dos 10000 metros – que já tinha conquistado esta semana em Moscovo – e é simultaneamente o campeão olímpico nestas duas distâncias. Com o tempo de 13m26,98s, Farah bateu o etíope Hagos Gebrhiwet e o queniano Isiah Kiplagach Koech, antigo campeão mundial de juvenis.

Na estafeta de 4×400 metros, os Estados Unidos conquistaram o ouro em 2m58,71s, relegando a Jamaica e a Rússia para os restantes lugares do pódio.

No lançamento do peso, título mundial para o alemão David Storl com 21,73 metros. Prata para o norte-americano Ryan Whiting e bronze para Dylan Armstrong, do Canadá, num concurso em que o português Marco Fortes falhou a qualificação para a final.

O estádio Luzhniki foi ao rubro com os títulos conquistados por atletas russos. Alexandr Menkov venceu o concurso do salto em comprimento com a marca de 8,56 metros, quase mais 30 centímetros do que a concorrência. Ignisious Gaisah, da Holanda, e o mexicano Luis Rivera ficaram com as outras medalhas.

A russa Tatiana Lysenko voltou a deixar as bancadas em festa com a medalha de ouro no lançamento do martelo. 78,80 metros, a marca que valeu o ouro a Lysenko. Anita Wlodarczyk, da Polónia e a chinesa Zhang Wenxiu completaram o pódio.

Finalmente, Shelly-Ann Fraser-Pryce também conquistou a dobradinha, mas a vitória nos 200 metros ficou facilitada com a lesão durante a final de Allyson Felix, a norte-americana tricampeã mundial e campeã olímpica da distância. 22,17s, o tempo da atleta da Jamaica que já tinha conquistado o ouro nos 100 metros e que, desta vez, ficou na frente de Murielle Ahoure, da Costa do Marfim e da nigeriana Blessing Okagbare.