Última hora

Wikileaks: Bradley Manning condenado a 35 anos de prisão

Wikileaks: Bradley Manning condenado a 35 anos de prisão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O soldado norte-americano Bradley Manning, acusado de entregar documentos secretos ao portal Wikilieaks, foi hoje condenado a 35 anos de prisão e expulsão do exército por um tribunal militar.

Manning, que era analista de dados no Iraque, foi julgado e considerado culpado de violar leis sobre segurança nacional dos Estados Unidos, roubo de informação governamental e abuso de funções, mas foi absolvido da acusação de “ajuda ao inimigo”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.